“Acho que já faz um mês desde que eu ouvi sua voz pela última vez. Pra mim, a sua risada tem o som do nascer do sol e o seu cheiro tem gosto de felicidade. Faço uso da sinestesia emocional pois não existem palavras ou expressões que façam sentido no mundo - concreto ou abstrato - que expliquem o que eu sinto por você. As vezes eu gostaria de te ligar no meio da noite só para saber como foi o seu dia, se você já encontrou outra pessoa para assistir Harry Potter e dividir um pastel de feira, mas eu sei que isso me mataria. Mais do que mata agora. Tudo isso é complexo e confuso, pois eu estou bem sem você mas ao mesmo tempo sinto uma necessidade infinitamente grande de estar ao seu lado. A verdade é que nós não fomos feitos para durar. E aceitar isso dói mais do que bater o cotovelo na quina da mesa. Ouvir o seu nome quebra o meu coração em milhares de pedaços impossíveis de serem consertados. Recordar a sua voz me faz chorar mais do que quando minha mãe doou a minha coleção de Barbie. E isso acaba comigo aos poucos, porque a razão de tudo - de pensar, de amar, de sorrir, de falar, de querer estar junto, de sentir borboletas no estômago - é você. E tudo sem você é nada. Eu era a sua morada, e a sua ausência me tornou vazia. O seu silêncio soa mais alto que um tiro.”
O nascer do sol tem o som da sua risada
“Sabe o que eu queria agora? Queria ir à praia, e sentar na maior pedra que estiver lá, e de lá de cima olhar o mar e chorar tudo o que eu tenho pra chorar, e depois voltar pra casa aliviada e poder sorrir um sorriso meu, um sorriso verdadeiro, sem choros escondidos, sem maquiagem, sorrir um sorriso puro. Será que eu consigo?”
Cássia Ellen.    (via s-obrenos)
“O melhor lugar do mundo nunca foi um lugar.”
Eu me chamo Antônio 

Culpa da física.

Éramos tão opostos, que de tão opostos passamos a ser iguais. E você sabe, na física, os opostos se atraem, mas os que são iguais, ah, esses se repelem. 

“1. Lay on the floor of your shower until you can breathe again. Water will always love to love your skin.
2. Start writing with the intention of filling up one page. Write until your pen stops working.
3. Reread a book that once made you cry. Learn something new on every page. Notice how different chapters make you sad. Notice how the book didn’t change and grow; you did.
4. Sleep with your windows open. You can hear both the rain and boys drunkenly singing Frank Sinatra on their deck. Both are equally good.
5. Don’t forget that honey will always taste sweet, but the best way to eat it is off your fingers, laughing.
6. Remember that, sometimes, getting out of bed is enough.”
 For unhappy girls who like sitting in the sun (h.f.j.)

lovucky